Um só na mão de Deus

0
27

“E ajunta um ao outro, para que se unam, e se tornem um só em tua mão.” (Ezequiel 37.17)

A nação de Israel estava dividida entre Norte e Sul. O Senhor ordena ao profeta que pegue dois pedaços de graveto e una-os em suas mãos para mostrar o desejo de Deus – Ser um só povo!
Juntar é aproximar coisas ou pessoas, de modo que se toquem. O foco de ajuntar-se está no pronome “eu”. Eu fico junto enquanto o outro me interessa. Muitos relacionamentos estão firmados em um compromisso egoísta e sobrevivem por conveniência. Termina o interesse, acaba-se o relacionamento.
Unir é ligar coisas ou pessoas de modo que se comuniquem. A união é um relacionamento mútuo. O foco do unir está no pronome “nós”. Trata-se de uma sociedade que constrói, realiza, produz e lucra com os seus empreendimentos. A união entre pessoas é como um contrato que pode ser feito e desfeito.
Tornar um só é integrar coisas ou pessoas de modo que nasça uma unidade de vida. O foco da unidade está no pronome “Ele”, isto é, em Deus! Ele é o criador da unidade. Não é um simples ajuntar-se. Não é um simples associar-se. O que Deus segura em Suas mãos, ninguém pode separar.

Motivo de oração: pela viagem de ida e de volta, pelos motoristas dos ônibus e dos demais veículos.

Pr. Luiz Roberto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here