No poder do Espírito

0
67

Atos 1.8 é um chamado para aquele que almeja uma experiência pessoal transformadora. Um encontro que muda seu modo de pensar, de falar e de agir em todas as áreas
da vida.

O livro dos “Atos dos apóstolos” é a segunda parte de uma mesma obra que inclui o Evangelho de Lucas. Assim, a leitura do final do evangelho de Lucas é uma introdução do livro dos Atos: (Lucas 24.46-48)

“E Jesus lhes disse: “Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de
pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. Vocês são testemunhas destas coisas”

Aqui está a base de nossa obra missionária – “o revestimento do poder espiritual”. As palavras de Atos 1.8 diz: ”E recebereis o poder do Espírito que há de vir sobre vocês”.

Jesus declarou que seus seguidores seriam revestido do poder do Espírito Santo para a obra missionária. Os discípulos receberiam a força do Espírito que desceria sobre cada um deles para anunciarem o evangelho em todos os lugares. Assim a obra evangelizadora se dá pelo indicativo divino, pelo imperativo humano e no locativo missional:

O indicativo missional: “Recebereis o poder do Espírito Santo”
É o ato divino de dar aos seus discípulos a ação poderosa e inabalável do Espírito Santo. É o ato de capacitação para uma missão. A Bíblia mostra que o indicativo de Deus leva imediatamente a uma chamada de obediência irresistível.

O Imperativo missionário: do discípulo: “ser-me-eis testemunha” A palavra “testemunha” aqui é “mártir”, que na língua portuguesa significa morrer por um ideal. Mas a palavra original “martyr” é uma forma positiva – “viver totalmente por um ideal”. Viver até o último fôlego e até o último passo pela sua fé. Um compromisso pessoal e radical com Cristo.

O locativo missionário – “em Jerusalém…até os confins da terra”. O lugar missional se dá na dimensão local (aqui na minha cidade); e na dimensão global (até os limites do mundo). O Espírito nos leva a peregrinar e viver para além de nossas próprias fronteiras.

Um abençoada campanha Missões Mundiais em 2024