Quando tudo parece demorado demais

0
41

“E um da multidão, respondendo, disse: Mestre, trouxe-te o meu filho, que tem um espírito mudo; E este, onde quer que o apanhe, despedaça-o, e ele espuma, e range os dentes, e vai definhando; e eu disse aos teus discípulos que o expulsassem, e não puderam.” Marcos 9.17-18

Pare um pouco e pense em como estava o coração desse pai. Havia anos que ele recebia a mesma notícia sobre o seu filho: “Não podemos fazer nada por ele”. Mais uma vez, todas as suas expectativas foram frustradas. Nem mesmo os discípulos de Jesus puderam expulsar aquele demônio.

Não apenas os discípulos não tiveram respostas, mas a própria multidão. Marcos descreve aquele pai como “um na multidão”. Normalmente, em uma multidão não há silêncio. Imagine as pessoas falando, gritando, apontando o dedo, dando palpites, e aquele homem ali, buscando socorro para o seu bem mais precioso – o seu filho. Marcos faz questão de acrescentar um detalhe para indicar quão barulhento estava aquele dia: os escribas e os discípulos discutiam acaloradamente. Eles gritavam uns com os outros, sem dúvida tentando reunir pessoas para o seu lado. No meio de tudo isso, um pai com o coração despedaçado.

Fico a refletir na grande expectativa desse pai ao ver a chegada de Jesus. Ninguém na multidão havia conseguido resolver o seu problema. Os discípulos tentaram, mas nada aconteceu; eles colocaram as mãos sobre o menino, mas sem efeito nenhum. Às vezes, em nossa caminhada, as situações parecem demorar demais a serem resolvidas. Mas precisamos lembrar que nem sempre as coisas acontecem ao nosso tempo e ao nosso modo. Mas Deus sempre age na hora certa.

No caso daquele pai, as coisas acontecerem no tempo certo e da maneira correta. A vontade soberana de Deus sempre será boa, perfeita e agradável. Nossa oração hoje será: “Senhor Jesus, ensina-me a compreender que as coisas nem sempre acontecem no meu tempo, mas confio que a tua vontade sempre será boa, perfeita e agradável. Ensina-me apenas a descansar a esperar em ti. Em nome de Jesus, amém”.

Vamos orar para que Deus nos ensine a aguardar com paciência o seu agir no momento certo.

Crianças em Oração – Se tem uma coisa difícil, é esperar, você concorda? Pense bem. O aniversário é sempre uma data muito especial, mesmo que não tenha festa. A gente fica ansioso para chegar logo, não é verdade? A gente só precisa ter paciência e esperar um ano. Imagina só esperar muitos anos alguma coisa, deve ser muito difícil.

Na história desta semana, pai e filho passavam por um problema havia muitos anos. Talvez eles já tivessem procurado a ajuda de vários médicos, mas ninguém conseguiu resolver o problema. Depois de tantas tentativas, aquele pai deveria estar triste, mas a vontade de ver seu filho bem era maior. Então pegou seu filho e foi para o meio daquele grupo de pessoas que seguiam Jesus. A espera dele chegou ao fim quando Jesus o ouviu clamar.

Tem alguma coisa que você está querendo há algum tempo e ainda não ganhou? Peça a Deus que o ajude a ter paciência para esperar o tempo certo de receber o que você está pedindo.

#fiqueemfamília