Dia 19 – BENDITO O REI QUE VIRÁ!

0
230

“Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém; eis que o teu rei virá a ti, justo e Salvador, pobre, e montado sobre um jumento, e sobre um jumentinho, filho de jumenta.” (Zacarias 9.9)

Alguns questionam a razão e a simbologia por trás dessa profecia, a qual foi cumprida pelo Messias ao entrar em Jerusalém no dia conhecido como “domingo de Ramos” (Mateus 21.1-11). Na verdade, há tanto uma explicação lógica quanto um motivo simbólico, nesse episódio. Por que Jesus não montou um cavalo, por exemplo? Do ponto de vista lógico, o cavalo era considerado um animal de batalha, enquanto o jumento era naturalmente dócil e calmo, permitindo, inclusive, que quem o montasse ficasse sentado de lado durante o percurso. Como em um desfile, o passo lento do jumentinho favoreceu a adoração do povo, a Jesus, na entrada de Jerusalém.

Do ponto de vista teológico, era tradição, em Israel, que o rei montasse um jumento no dia de sua coroação. Isso porque o jumento tinha um alto valor de mercado, e possuí-lo em grande quantidade simbolizava riqueza. Contudo, a simbologia mais importante é a menos aparente: Jesus entrou aclamado como o Rei que viria, o Messias, satisfazendo a profecia de que o rei justo e salvador viria
montado sobre um jumento: “eis que o teu rei virá a ti, justo e Salvador, pobre, e montado sobre um jumento”. Em um misto de realeza e humildade, o Messias viria a Jerusalém e seria, finalmente, reconhecido e adorado!

A grande ironia é que Jesus foi para a cruz na sexta-feira seguinte. Arrisco-me a dizer que muitos dos que gritaram “Hosana, bendito o Rei que vem em nome do Senhor!” também gritaram “crucifica-o!”. Como aquela multidão, muitos ainda hoje reconhecem várias qualidades de Jesus – caráter, ensinos,
amor – e o veem como um bom mestre, mas têm dificuldades em aceitar que Ele é o Filho de Deus, o Rei que veio primeiramente para morrer pelos pecados e, um dia, voltar em grande glória.

REFLITA E ORE – Para você, Jesus é apenas um bom mestre, ou Ele é, verdadeiramente, “o Filho do Deus vivo”? A resposta a essa pergunta revelará sua fé, em quem você realmente crê. Pense nisso! Agora, ore e busque a Deus para esclarecer suas convicções e fortalecer a sua fé em Jesus.

CRIANÇAS EM ORAÇÃO – Jesus é amor. Jesus é o melhor amigo. Jesus é o salvador. Mas aquela multidão ainda não o conhecia assim. E você? Já o conhece? Se sim, o que você tem feito para que outros o conheçam e confiem nele? Ore e peça ajuda a Jesus para que você tenha coragem e oportunidades de falar dele às pessoas.