Confiando em Deus nas quarentenas da vida

0
312

“Eu posso suportar todas as coisas naquele que me fortalece”. (Filipenses 4.13)

Em seu confinamento, Paulo resumiu sua esperança cristã com estas palavras, quando escreve aos filipenses, em sua velhice.

Ele passou pelas mais duras provas de sofrimento físico, psicológico e mental. Enfrentou as maiores agressões que um ser humano pode sofrer, pelo evangelho.

Mas, aprendeu a viver satisfeito em qualquer circunstância. No muito ou no pouco. Fosse qual fosse o seu estado, isso não o deprimia.

Paulo perdeu todos os privilégios ao se converter ao evangelho de Cristo, fez tendas para sobreviver, dependeu de ofertas e, no final da vida, precisou da boa vontade dos outros. Mas, nunca se queixou. Pr. Isaltino Coelho escreveu sobre ele: “As coisas não eram sua paixão. Era Cristo”.

O verso de Filipenses 4.13, indica a paz de um idoso que sobreviveu na vida: “Eu posso suportar…”, revela perseverança; “…todas as coisas…” – revela as marcas de uma vida de lutas; “…naquele que me fortalece” – aponta para Deus que o sustentou em todos os momentos.

Nestes dias de luta contra a pandemia, compartilhemos histórias de sobrevivência no nosso passado, e de como aprendemos a confiar em Deus nas quarentenas da vida.

Pr. Luiz Roberto

#memorialdequarentena