Jesus e os salmos de Davi

0
188

Jesus tinha os Salmos de Davi em seu coração. Os evangelhos citam mais os Salmos do que qualquer outro livro do Antigo Testamento.

Jesus nasceu na cidade de Davi. Foi chamado de “filho de Davi”. As primeiras mensagens da comunidade cristã eram baseadas no livro dos Salmos (Atos 2).

Certamente, Ele estudou a vida de Davi e os seus Salmos. Eles refletem nitidamente a imagem messiânica. Parece que Deus inspirou Davi a escrever perfeitamente a figura do Messias, para que Jesus compreendesse claramente a Sua missão ao ler os salmos. Jesus mesmo reconheceu ao dizer aos seus discípulos, após a ressurreição: “Foi isso que eu lhes falei enquanto ainda estava com vocês:

Era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos” (Lc 24: 44).

O Salmo 2 foi ouvido no batismo de Jesus que dizia “Este é meu filho amado” (Mateus 3.17); O Salmo 82 foi citado por Jesus diante dos seus algozes judeus que queriam apedrejá-lo. (João 10:34). Jesus citou o Salmo 110: Pois, o próprio Davi diz assim no livro de Salmos:

“O Senhor Deus disse ao meu Senhor…” (Lc 10.42).

Os salmos 113 a 118 (Hallel) foram entoados por Jesus na sua última páscoa. Na cruz, Ele recitou o salmo 22 “Deus meu, Deus meu! Por que me desamparaste?”. As últimas palavras saíram do Salmo 31.5

“Em tuas mãos entrego o meu espírito” (Lucas 23).

O Salmo 23 revelou para Jesus, a sua função messiânica quando disse: “Eu sou o bom pastor que Davi escreveu” (João 10.10). Leia os Salmos e descubra o Deus que criou você, que te sustenta e que te protege em todas as circunstâncias da vida. Deus inspirou o salmista para você conhecer melhor o coração de Deus.

Luiz Roberto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here