Uma migalha da mesa do Senhor vale mais do que o banquete de um rei

0
57

“Ele, porém, respondeu: Não é justo tomar o pão dos filhos e jogá-lo para os cachorrinhos. Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa do dono.” Mateus 15.26-27

Tudo o que Jesus dá é bom, ainda que seja o mínimo. No Salmo 84.10, o salmista faz uma comparação inacreditável: prefere um único dia na presença de Deus a mil em outro lugar. Imagine mil dias de férias num hotel luxuoso à beira de uma praia particular. Não parece atraente? Mas o salmista não trocaria isso pela chance de estar com Deus, mesmo que fosse um dia só. A diferença é de um para mil, um exagero poético que explica bem o princípio que vamos comentar hoje.

Na história que estamos comentando esta semana, uma mulher cananeia vai até Jesus para lhe pedir socorro. Sua filha estava sofrendo nas mãos do diabo. Ela sabia que o problema era de ordem espiritual. Só Ele poderia ajudá-la. Mas a resposta não veio a contento. “Eu não vou deixar de, nesse primeiro momento, atender ao meu povo, Israel, para atender a estrangeiros”, foi o que Ele quis dizer ao usar a analogia dos cachorrinhos de uma família.

Jesus não estava sendo rude ou insensível. Ele apenas queria extrair daquela mulher a declaração de fé que veio em seguida: “Até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa do dono”. É como se ela dissesse: “Eu não estou pedindo para sentar-me à mesa. Só alguns farelos da tua bênção já me bastarão”. Que declaração linda! Que pensamento rápido e sagaz, e, ao mesmo tempo, humilde e cheio de fé!

Vamos ver nos próximos dias que Jesus lhe deu muito mais do que farelos. Ele curou a filha daquela mulher. Porque o farelo da mesa de Jesus vale muito mais do que mil banquetes de rei em qualquer outro lugar. No dia de hoje, por que você não clama a Deus para que o abençoe, abençoe sua família, seus filhos, ainda que seja uma mínima coisa? Por que você não declara para Ele que o pouco que vem dele já fará uma grande diferença? Que tal pedir-lhe para que coloque em seu coração uma fé igual à daquela mulher?

Vamos orar para que Deus nos faça enxergar as mínimas coisas com que Ele tem nos abençoado.

Crianças em Oração – Quando Jesus finalmente parou para falar com a mulher da nossa história, Ele mostrou que estava primeiramente preocupado com seu próprio povo e que ainda não era a hora de ajudar pessoas de outras nações, como era o caso daquela mulher. Mas por que Jesus falou desse jeito? Será que ele não estava vendo que ela estava desesperada? Na verdade, Ele só estava fazendo um teste com ela. Queria ver o quanto ela confiava nele.

A mulher não virou as costas e saiu brava batendo os pés. Ela mostrou que sabia que Jesus era maior que seu problema e que qualquer coisa que Ele fizesse seria suficiente para ajudar sua filha.

Peça a Deus que ajude você a confiar mais nele e entender que Ele é maior do que qualquer problema que você, sua família ou seus amigos passem.

#fiqueemfamília