Dia 11 – O SERVO SOFREDOR

0
266

“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53.4,5)

Uma árvore de Natal e a cruz: o início e o fim da trajetória de alguém que
nasceu para entregar sua vida. Não escolhi esses dois símbolos sem motivo. Certa vez, assisti a um musical e fiquei impressionado justamente com esta cena: uma árvore de Natal com o efeito de luz trazendo a forma da cruz bem no meio dela.

Centenas de anos antes de Jesus vir ao mundo, Isaías nos fala da trajetória do Ebed Yahweh, o “Servo Sofredor”. O capítulo 53 de Isaías é o retrato antecipado do sofrimento do Messias e do motivo pelo qual ele teria de sofrer. Ele seria “ferido por causa das nossas transgressões e moído por causa das nossas iniquidades”.

Esse foi o plano de Deus desde o início, e foi justamente a parte mais
incompreendida pelos judeus! É tanto que João registrou: “veio para o que era seu, mas os seus o rejeitaram” (João 1.11). Eles queriam um Messias político, mas Deus enviaria um servo. Eles queriam um líder poderoso e carismático, mas Deus enviaria uma pessoa simples e humilde. Queriam um governante vitorioso, mas Deus enviaria um “homem de dores” (Isaías 53.3). Sim, Ele “tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si”. Nossas transgressões e pecados levaram o Messias, Jesus, à cruz. Esse sempre foi o plano!

Voltando à cena do musical, ainda me lembro do poderoso refrão da música cantada: “Consumado! A batalha terminou; Consumado! Não haverá mais guerra; Consumado! O fim do conflito; Consumado! E Jesus é o Senhor!”.

REFLITA E ORE – Precisamos compreender o real motivo de Jesus ter vindo ao mundo: sofrer e morrer por nós, e isso deve impactar a forma como celebramos o Natal. Hoje, ore pedindo a Deus que o ajude a compreender esse amor tão grande a ponto de enviar seu Filho para morrer na cruz por você.

CRIANÇAS EM ORAÇÃO – Quando você pensa no Natal, o que vem a sua mente? Tenho certeza que pensou em presentes, família reunida, árvore de Natal… Pois bem, o Natal é bem mais que isso. É a celebração da vinda de Jesus, o Messias. Ao enviar o Salvador, Deus planejou que Ele fosse um servo; que, na cruz, quando morresse, levasse com Ele tudo de errado que fizemos, todos os nossos pecados. Forte isso, né? Então, eu encorajo você a orar pedindo a Jesus que o ajude a entender o tão grandioso amor que Ele tem por nós.