Dia 10 – A MISSÃO DO MESSIAS

0
89

“E agora diz o Senhor, que me formou desde o ventre para ser seu servo, para que torne a trazer Jacó; porém Israel não se deixará ajuntar; contudo aos olhos do Senhor serei glorificado, e o meu Deus será a minha força. Disse mais: Pouco é que sejas o meu servo, para restaurares as tribos de Jacó, e tornares a trazer os preservados de Israel; também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até à extremidade da terra.” (Isaías 49.5,6)

O Messias prometido tinha como missão libertar o povo de Israel e “restaurar as tribos de Jacó”. O texto menciona que no caminho dessa missão haveria dificuldades: “porém Israel não se deixará juntar”.

Israel clamava pela vinda do Messias, mas esperava que ele fosse um líder político que trouxesse libertação do Império Romano e inaugurasse um tempo de bonança e prosperidade para o povo.

Como Israel estava enganado! O Messias seria enviado, sim, mas para cumprir outro propósito: a restauração que Deus tinha em mente seria de cunho espiritual, não político ou social. Israel rejeitou Jesus porque não compreendeu o propósito de Deus. Outro aspecto do plano de Deus que os judeus não entenderam é que o Messias viria para o mundo todo, não apenas para eles. A profecia dizia: “também te dei para luz dos gentios, para seres a minha salvação até à extremidade da terra”. O plano de Deus incluía todos os povos e nações. Se existe alguém realmente inclusivo, é Deus!

O Messias veio. Yehoshua era seu nome, que, em hebraico, significa “Deus é salvação” e pode ser traduzido por “Jesus”. Como diz o evangelista Mateus, Jesus recebeu esse nome “porque ele salvará seu povo de seus pecados” (Mateus 1.21). Ele veio para trazer “salvação até à extremidade da terra”. Que missão extraordinária! Que propósito sublime! Ele veio para salvar o mundo!

REFLITA E ORE – Pare um pouco e pense: em que momento você reconheceu a necessidade de salvação? Ore, agradecendo a Deus por enviar o Messias ao mundo para salvar todos aqueles que creem nele.

CRIANÇAS EM ORAÇÃO – Sabe aquele presente que alguém prometeu e você espera ganhar há um tempão? Pois bem, imagine que chegou o grande dia de recebê-lo. Você o abre e vê que era o modelo que queria, mas com funções diferentes daquelas que imaginava. O que você faria? Procuraria conhecer a forma correta de usá-lo, ou o colocaria na caixa para doações? Então… Foi mais ou menos esse o sentimento do povo de Israel com a chegada de Jesus. Eles esperavam um Messias, mas o imaginavam como um guerreiro, capaz de libertá￾los à força. Quando Jesus veio, muitos não quiseram saber dele, pois não era um líder político, mas o salvador de todo aquele que nele crê. Ore, pedindo a Deus que o ajude a entender o propósito de Jesus em sua vida.