Debaixo da graça de Deus

0
213

“Assim, José foi lançado na casa do cárcere, e o Senhor, porém, estava com ele… e tudo o que fazia o Senhor lhe dava sucesso”. (Gênesis 39.20-23)

Alguém que passa por um período de reclusão não será mais a mesma pessoa. Uma psicóloga afirmou que, “poucas pessoas saem inalteradas ou ilesas de uma experiência prisional”.

José passou por uma longa experiência de encarceramento. Embora inocente, conseguiu sobreviver àqueles anos de clausura. Ganhou a confiança das autoridades, a amizade dos prisioneiros e usou toda sua capacidade para transformar aquele ambiente hostil em um lugar aprazível e organizado. José tornou-se um líder naquela casa de prisão.

Nestas horas, o que mais precisamos é de pessoas que, debaixo da graça de Deus, tornam-se hábeis na convivência. Alguém que demostra confiança, otimismo e alegria em enfrentar cada dia.

Como é gostoso passar esses dias com gente que derrama amor, graça e ânimo, fazendo tudo para que a casa não se torne uma prisão, mas um lugar que desejamos morar todos os dias.

Pr. Luiz Roberto

#memorialdequarentena