O que Jesus viu naquela mulher

0
113

Mateus 15.21-28

Jesus viu uma mulher com espírito de luta, que não é vencida pelas dificuldades da vida.
Ela grita de dor pela sua filha atormentada.
Mas, sem desprezo algum, Jesus não responde.
“Quando Ele fica em silêncio, está trabalhando”.

Jesus viu uma mulher com espírito de adoração.
Mesmo diante dos preconceitos dos homens, vence barreiras, chega e se ajoelha adorando-o;
Não grita, não blasfema, simplesmente adora.
A sua dor é sussurrada num pedido de socorro.

Jesus viu uma mulher com coração cheio de fé.
Ela entende que não merecia o seu amor.
Ela não tinha parte como herdeira legítima.
Sem diretos, não exige, mas confia na Graça,
Que devolve para seu colo, a filha sã e salva.

Nasce uma mulher seguidora de Jesus, a cananéia!
Como a viúva de Naim, ou a mulher de Samaria, ou Maria de Magdala, ou a Maria de Betânia, ou as mulheres de hoje que em suas dores foram alcançadas pela Graça do Evangelho.

Pr. Luiz Roberto