Nossos filhos: flechas de Deus para o discipulado das nações

0
29

“Bem-aventurado o homem que com eles enche sua aljava; quando enfrentarem os inimigos numa disputa, não serão envergonhados.” Salmo 127.5

Como batistas que somos, não temos a tradição de batizar bebês; e fazemos certo, pois, biblicamente falando, o batismo é reservado somente a pessoas que confessem sua fé em Jesus, o que um recém-nascido não é capaz de fazer. Por outro lado, é costume, entre nós, apresentar os filhos perante o Senhor e a igreja, como Jesus foi também apresentado no templo. Esse é um gesto de gratidão a Deus por aquela nova vida com a qual Ele nos presenteia.

Porém, muitos pais o fazem apenas buscando a bênção de Deus ao filho ou filha, para que tenha saúde e um futuro abençoado. Mas esse gesto significa muito mais do que obter proteção, e os pastores têm feito um bom trabalho para esclarecer os pais sobre o seu real sentido. Ali, a criança é consagrada a Deus, o que significa reconhecer que ela não pertence aos pais, mas a Deus, e que Ele tem todo o direito de usá-la para sua missão no mundo da maneira que lhe convier.

Ao apresentarem um filho ou filha a Deus, os pais estão, na verdade, assumindo a responsabilidade de discipular os filhos. É como se estivessem declarando a Deus e à comunidade cristã: “Aqui está o meu filho. Eu o entrego a Deus e me comprometo a educá-lo na fé para se torne o melhor discípulo possível a fim de que Jesus o use como quiser para a expansão de seu Reino no mundo”.

Entender que nossos filhos são herança do Senhor é muito mais do que saber que eles são presentes de Deus. Essa compreensão, até um não crente pode ter. Nossos filhos são um presente de Deus, sim, mas o são para Ele mesmo também. São herança dele e para Ele. Se você entregou seus filhos no altar de Deus quando bebês, não queira retê-los perto de você. Libere-os para a missão, como flechas afiadas nas mãos de Deus para chegarem onde Ele quiser os usar para a sua glória.

Vamos orar para que Deus use nossos filhos poderosamente para a expansão de seu Reino.

Crianças em Oração – Quando um bebezinho novo chega, normalmente os pais combinam um dia, com o pastor, e o levam lá na frente da igreja e oram por ele. Isso se chama “apresentar um bebê”. Você sabe o que isso quer dizer? Que os pais e o pastor estão orando pela criança para que Deus a abençoe e cuide dela. Eles também estão pedindo a Deus que ela cresça e se torne uma amiga de Jesus, que fale dele em qualquer lugar onde estiver.

Desde quando nós éramos bebezinhos, nossos pais faziam planos para nós. Talvez algumas coisas mudem ao longo dos anos e, ao invés de médico, queremos ser bombeiro. Não tem problema se alguma coisa desse tipo mudar. Mas, seja qual for a sua profissão ou a cidade em que for morar, você deve se esforçar para ser cada dia mais amigo de Jesus e jamais esqueça de falar sobre Ele.

Ore pelas crianças da sua igreja, para que cresçam sendo amigas de Jesus. Ore também por você mesmo. Peça a Deus que você cresça sendo um missionário, falando de Jesus em todos os lugares por onde passar.

#fiqueemfamília