Vendo as circunstâncias como Jesus as vê

0
116

“Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme.” Marcos 5.39

Finalizamos esta série de reflexões sobre a história de Jairo com a seguinte pergunta: com qual olhar você tem enxergado suas adversidades e suas lutas pela família? Quero concluir a semana lembrando você de uma verdade muito importante: a forma como vemos as situações ao nosso redor determina a forma como nós reagimos a elas.

Quantas vezes somos dominados pelo medo e pelas incertezas apenas pela forma equivocada como enxergamos os problemas. Quando chegou à casa de Jairo, Jesus viu a situação de desesperança por uma ótica completamente diferente. A notícia que havia chegado até Ele era de que a filha de Jairo já estava morta. O texto bíblico nos diz que já havia choro, dor e alvoroço na casa.

Jesus, então, apresenta a Jairo e a todos que estavam ali uma nova perspectiva da situação: “A menina não está morta, mas dorme”. Naquele momento, Jesus estava vendo o que ninguém mais conseguia ver. Por isso, vou repetir: a maneira como você encara as circunstâncias faz toda a diferença em relação ao modo como você vai lidar com elas.

Como é importante ter a visão de Jesus sobre todas as coisas! Uma boa pergunta para você se fazer hoje é: como será que Jesus enxergaria o que eu estou vendo agora? Qual seria a sua reação diante da condição de minha família hoje? Como Jesus veria o meu filho, a minha filha? Como veria e trataria os pais?

Muitas vezes notamos as circunstâncias apenas com o olhar da incredulidade. A história de Jairo, porém, nos fala de vida, mesmo diante da morte. Ainda hoje Jesus está nos chamando a encarar os problemas a partir da visão dele. Em nossa limitação, não conseguimos sequer antecipar o que vai acontecer daqui a alguns minutos. Lamentamos ocorrências que, na verdade, foram livramentos. Precisamos parar e meditar em oração: como o Senhor deseja que eu veja essa realidade que estou vivenciando hoje? Tomemos para nós o que ensina o escritor de Hebreus: “A fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos”.

Vamos orar para que Deus nos faça ver os nossos problemas da forma como Ele os vê.

Crianças em oração – Durante toda a semana aprendemos muito com a história de Jairo e sua família. Ele era um homem importante de sua cidade, mas estava com problema: sua filha de doze anos estava doente. Jairo soube que Jesus estava por perto e foi até ele pedir ajuda. Jesus o ajudou e todas as pessoas que estavam por perto, até as que não acreditaram nele, viram o seu poder.

Viu? Nenhuma família é perfeita. Todo mundo, em algum momento, passa por problemas, mas podemos ir até Jesus, compartilhar o nosso problema e pedir ajuda. Jesus nos ouve com atenção e nos ajuda quando pedimos. Hoje é dia de agradecer a Jesus por sempre nos ouvir quando precisamos de ajuda. Mesmo que não faça a nossa vontade sempre, Ele fica com a gente e cuida de nós como um pai cuida do seu filho.

#Ficaemfamília