Ninguém pode aprisionar o evangelho de Cristo

0
154

“Irmãos, o que me aconteceu tem antes servido para o progresso do evangelho”. (Filipenses 1.12)

Paulo estava preso. O grande missionário estava recluso pelo evangelho. Assim, surgiu
um desânimo nas igrejas quanto ao futuro.
Paulo mostrou uma nova visão da graça de Jesus, quando afirmou que, embora preso, o
evangelho não podia ser aprisionado. A mensagem cristã chegou à guarda imperial e
cristãos estavam assumindo a transmissão do evangelho no lugar de Paulo.
Esta palavra bíblica nos mostra que, embora impedidos de estarmos juntos no templo, o
evangelho é o mesmo e o Espírito continua atuando com todo o poder e graça.
Paulo nos orienta:
      “Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do
      evangelho de Cristo, para que assim, quer eu vá e os veja, quer apenas ouça a seu
      respeito em minha ausência, fique eu sabendo que vocês permanecem firmes
      num só espírito, lutando unânimes pela fé no evangelho” (Filipenses 1:27)
Irmãos, embora estejamos nos sentindo prisioneiros, não desanimem! Vejam este
momento como Paulo percebeu – ninguém pode aprisionar o evangelho de Cristo!

Pr. Luiz Roberto