Deus misericordioso

0
170

“Jonas entrou na cidade…, proclamando: “Daqui a quarenta dias Nínive será destruída”. Os ninivitas creram em Deus” (Jonas 3.4,5)

Jonas foi um profeta de Deus chamado para pregar na capital do império assírio – Nínive. A mensagem profética traz a visão de juízo, mas com um apelo ao arrependimento.

Nínive era muito violenta que afrontava a vida e a Deus. Porém, ao ouvir a mensagem, toda cidade creu em Deus. Durante quarenta dias, a cidade ficou em oração e jejum clamando pelo perdão de Deus. Foi uma quarentena convocada pelo rei, em que até os animais participaram.

Diante do arrependimento do povo, Jonas se revolta e diz: “Eu sabia que tu és Deus misericordioso, compassivo, muito paciente, cheio de amor e que promete castigar, mas depois derrama o seu perdão”. (4.2)

O Senhor responde: Nínive tem mais de cento e vinte mil pessoas que não sabem nem distinguir a mão direita da esquerda, além de muitos rebanhos. Não deveria eu ter pena dessa grande cidade?” (4.11).

Este é o Deus que adoramos. Deus que chora e tem pena do mundo que sofre pelos seus próprios pecados. Nesta quarentena, clamemos a nosso Deus misericordioso, paciente e amoroso, para derramar a cura em nossa cidade!

Pr. Luiz Roberto

#memorialdequarentena