Portas Abertas

0
551

Venha interceder pela igreja do Senhor espalhada por todo o mundo em seu santo trabalho de propagar o Evangelho salvador do Senhor Jesus Cristo, bem como orar pelas pessoas a serem alcançadas.

 

Segunda-feira: 12 hs – Dirigentes: irmã Irene e Ana Amélia

Terça-feira: 17 hs – Oração e Escola Bíblica – Dirigente: irmã Ester

Quarta-feira: 10 hs – Dirigentes: Pr. Paulo Otávio e Graça

Quinta-feira: 12 hs – Dirigente: irmã Gabi

Sexta-feira: 8 hs – Dirigentes: irmã Clenilda

 

 

Exemplos de oração:

Abraão – oração ousada, Gn 18. 22-23;

Moisés – oração misericordiosa, Ex 32. 11;

Ana – oração por necessidade, ISm, 1.9;

Daniel – oração disciplinada, Dn 6.10;

Salmista – oração expectante, Sl 5.3.

 

O exemplo perfeito

“…Jesus saiu para o monte a fim de orar, e passou a noite orando a Deus” Lc 6.12

Seus discípulos lhe pediram: “Senhor, ensina-nos a orar…”

Jesus lhes ensinou. Mt 6.5-15

– a não serem hipócritas e exibidos em suas orações;

– a não usarem de vãs repetições;

– a orarem somente ao Pai Celestial, e em Seu nome;

– e, então, lhes deu uma oração modelo, o “Pai Nosso”.

 

Oração individual e oração coletiva

 

Podemos orar a sós, em um pequeno grupo ou numa grande congregação. Entendemos que a oração individual constante e cuidadosa prepara o crente para a oração coletiva, completando o que chamamos de “vida de oração”.

 

Um dos exemplos de oração individual:

1 Tm 4.7-8 – Vê-se aqui, que o crescimento da piedade, que inclui a vida de oração, é alcançado mediante exercício e disciplina, e vale à pena, pois “tem a promessa da vida que agora é e da que há de ser”, isto é, garante bênçãos já nesta vida e muito mais para na eternidade.

 

Exemplos de oração coletiva:

At 1.14 – “… se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive com Maria…”

I Co 1.9-11 – O apóstolo Paulo e seus companheiros estavam em perigo numa viagem missionária. Quando soube que as igrejas oravam por eles, escreveu-lhes: “Deus nos livrou e continuará nos livrando… enquanto vocês nos ajudam com suas orações…”

 

Todos nós precisamos de:

Santidade – ”… os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós para que não vos ouça” (Is 59.2)

Confiança – “Tudo quanto pedirdes em oração, crede que recebestes, e será assim convosco” (Mt 11.24)

Perseverança – “Perseverai na oração…” (Cl 4.2; ver Mt 18.1)

Submissão – “Esta é a confiança que temos…, que se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve” (I Jo 5.14)

Amor – “Amarás o Senhor teu Deus de todo o eu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento… Amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 22.37-39).

 

Irmã Clenilda Viana